Morre o Produtor Phillip 'Fatis' Burrell



Um dos mais importantes produtores jamaicanos, Phillip "Fatis" Burrell faleceu no 03/12/12, vítima de um AVC, aos 57 anos de idade.
Fundador do selo Xterminator, "Fatis" ficou conhecido por seu trabalho na década de 90 com nomes como Sizzla e Luciano.

Provavelmente o produtor jamaicano mais bem sucedido dos anos 90, o lendário Phillip "Fatis" Burrell é mais um grande nome do reggae que partiu para Zion.
Nascido em 23 de julho de 1954 em Kingston, Burrell se mudou para Birmingham, na Inglaterra, aos 5 anos de idade, retornando a Jamaica durante a adolescência.
Sua primeira produção foi a faixa "More Dogs To The Bone" de Sugar Minott, no ano de 1984.
Em 1986, "Fatis" fundou o selo Vena, no qual produziu artistas consagrados como Gregory Isaacs, Frankie Paul, Triston Palmer e Charlie Chaplin, e lançou também novos nomes como Sanchez, Pinchers e Thriller U.
Em 1989 ele lançou o selo Xterminator, produzindo nomes como Ini Kamoze, Admiral Tibet, Cocoa Tea e Beres Hammond, entre outros, estabelecendo o seu nome entre os grandes produtores da música jamaicana na década de 90.
"Fatis" também foi o grande mentor e responsável por lançar a carreira de nomes como Sizzla, Luciano e Turbulence.               

Entre outros nomes que trabalharam com o produtor estão Marcia Griffiths, Johnny Osbourne, Freddie McGregor, Josey Wales, Fred Locks, Everton Blender, Prince Malachi, Capleton, e inúmeros outros.
Há pouco mais de duas semanas, Philip "Fatis" Burrell foi internado na UTI do University Hospital Of The West Indies, na Jamaica, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC).
Em estado de coma desde que foi internado, seu quadro piorou na última semana, e Phillip "Fatis" Burrell acabou falecendo no sábado, dia 03/12, aos 57 anos de idade.